Pesquisar neste blogue

terça-feira, 11 de fevereiro de 2014

PROGRAMA Jovens Repórteres para o Ambiente

As escolas inscritas no Programa Jovens Repórteres para o Ambiente poderão, com as suas reportagens, participar num conjunto diversificado de desafios e candidatar-se a diversos prémios, cuja informação se encontra no portal jra em www.jra.abae.pt 

Chamamos especial atenção para os projetos cuja inscrição para participação deve ser realizada até 28 de fevereiro: 

- as reportagens sobre energia (foto e vídeo reportagem ) em especial o Eco-repórter da energia com interessantes prémios para professores e alunos. Estes trabalhos de reportagem sobre energia poderão também concorrer ao “Desliga a Ficha” 

- as reportagens sobre resíduos que, em português e inglês, podem ser premiadas a nível nacional e internacional no âmbito da campanha Litter Less.
 
Sobe este tema contamos este ano com a parceria da Interfileiras;  para além de atribuir outros prémios às melhores reportagens sobre o ciclo da reciclagem, facilita ainda os contactos para agendamento de visitas a recicladores de diversos materiais.  Caso pretendam agendar este tipo de visitas por favor contactar para jra@abae.pt 

As escolas ativas no projeto e com reportagens publicadas poderão ainda candidatar os seus alunos, até 17 de março, a 2 Missões JRA para as quais serão selecionados um grupo de jovens repórteres de todo o país que apresentem interesse e se candidatem a estas atividades integralmente coordenadas e realizadas pela ABAE: 

 - A Missão Parque Natureza de Noudar prevista para as férias da Páscoa 

- a Missão JRA no Rock in Rio, prevista para Maio

Mantêm-se, como nos anos anteriores, prémios para as melhores reportagens, independentemente do tema que seja abordado e nas diferentes categorias: artigo fotorreportagem e videoreportagem; na reportagem do mês; no concurso anual melhores Reportagens JRA; nos YRE Awards.





segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Concurso Hino MARLISCO

A Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa (FCT-UNL) tem o prazer de anunciar que a Maria de Vasconcelos, autora do livro/CD “As canções da Maria” é a madrinha do Concurso Hino MARLISCO.

 Mensagem da Maria de Vasconcelos: 

“A Terra é a nossa casa. Curiosamente, o corpo humano também é composto por 70% de água.Chamamos-lhe planeta azul porque possui muita água. 70 %, quase ¾. A maior parte dela está nos mares e oceanos. É fácil, pois, compreender que a água é muito importante para a vida, e que é um bem que devemos amar e proteger, não poluindo e poupando. 

Os mares e oceanos estão cheios de lixo deitado fora pelos seres humanos que não respeitam o ambiente e o maltratam por ignorância ou por negligência. Se pensarmos que um pedaço de cartão demora 5 meses no mar a degradar-se, que uma lata ou um copo de esferovite podem durar 80 anos no oceano até desaparecerem, ou que o plástico só se degrada ao fim de 450 anos, damo-nos conta do imenso tempo que o lixo fica a poluir a água do nosso Planeta Azul, e podemos imaginar o desgosto que a terra sente com a falta de cuidado dos seres humanos. 

O Projecto MARLISCO é um apelo cheio de garra e dinamismo para nos sensibilizar para este problema, e é um privilégio ser a madrinha do “Concurso Hino MARLISCO”. Digo muitas vezes que tudo é mais fácil a cantar. Que o seja também neste caso, e que a mensagem chegue a todos e os sensibilize! 

A Terra é a nossa casa. O Mar é uma das divisões, uma muito grande. Se a estragarmos, não conseguiremos viver bem, com saúde e alegria. Há que proteger e tratar do mar, com todo o nosso amor e carinho. 

Venham de lá esses hinos!”


 O Concurso Hino MARLISCO está aberto a crianças do pré-escolar ao 2º ano de escolaridade. Neste concurso, as crianças são convidadas a desenvolver um Hino para o projeto MARLISCO (máximo 3 minutos) com letra inédita sobre lixo marinho. 

A data de submissão dos hinos candidatos foi alargada até ao dia 2 de março de 2014

Também está a decorrer o Concurso Conto Infantil MARLISCO até 23 de março de 2014. Neste concurso as crianças do 3º ao 6º ano de escolaridade que participem em equipas (3 a 30 elementos) supervisionadas por um professor/educador, são convidadas a desenvolver um Conto infantil sobre lixo marinho (máximo 6000 caracteres). 
 As melhores histórias serão publicadas em livro. 

 http://www.marliscoportugal.org/