Pesquisar neste blogue

quinta-feira, 15 de novembro de 2018

HASTEAR DA 10ª BANDEIRA VERDE - ECO-ESCOLAS, NA ESCOLA JOSÉ FALCÃO

Na passada terça-feira, dia 13 de novembro, realizou-se o Hastear da 10ª Bandeira Verde – Eco-Escolas, na Escola José Falcão. Esta cerimónia contou com a presença de toda a comunidade educativa, o diretor Dr. José Manuel Simões, representantes da autarquia e da Junta de Freguesia, a presidente do Conselho Geral e da Associação de Pais. 


A cerimónia teve início com um apontamento musical, dinamizado pela professora Fátima Andrade e pelos alunos do 5º ano, acompanhado pelo hastear da Bandeira Verde Eco-Escolas, seguiu-se um breve discurso do diretor e um novo momento musical dos alunos do 5º ano. Por fim, o Clube de Dança apresentou uma coreografia. 

Além da cerimónia do Hastear da Bandeira Verde, decorreu uma feira com venda de plantas, produtos hortícolas, frutícolas e produtos caseiros que rendeu 94,91 euros. Este dinheiro vai ser utilizado para adquirir ecopontos para a nossa Escola. 

A equipa Eco-escolas agradece a todos os que colaboraram nesta iniciativa e espera contar com todos para melhorar a gestão ambiental da nossa Escola e noutras iniciativas. Juntos somos mais fortes e precisamos da colaboração de todos para continuarmos a ser uma Eco-Escola, um Ecoagrupamento e um Ecoconcelho.

Obrigada a todos!


sexta-feira, 8 de junho de 2018

BOAS PRÁTICAS AMBIENTAIS E EDUCATIVAS

"De pequenino..."

O 5.ºB juntou-se à comemoração do Dia do Ambiente com uma ação prática e exemplar: apanhar o lixo escondido à volta da escola. O resultado está à vista. 

O lixo que atiras para o chão não fala, mas fala muito sobre ti... então, vamos pôr o lixo no lixo! 


Professora Elisabete Mendes

DIA MUNDIAL DO AMBIENTE – DIA ECO-ESCOLAS

No dia 5 de junho, Dia Mundial do Ambiente e Dia Eco-Escolas, desenvolvemos na Escola Básica e Secundária José Falcão, um conjunto de atividades que pretenderam celebrar o Ambiente que temos e sensibilizar para a protecção e preservação do Ambiente que queremos continuar a ter.

Em 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Ambiente, em Estocolmo, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu pela primeira vez o Dia Mundial do Ambiente, que passou a ser comemorado dia 5 de junho, com o objetivo de alertar para os problemas ambientais e para a importância da preservação dos recursos naturais.

Atualmente existe uma grande preocupação em torno do meio ambiente e dos impactes negativos da ação do Homem sobre ele. A destruição de habitats e a poluição de grandes áreas, por exemplo, são alguns dos pontos que exercem maior influência na sobrevivência de diversas espécies.

Ações como fechar a torneira enquanto se lavam os dentes, não deitar lixo no chão, fazer a separação do lixo, cuidar dos animais, das plantas, jardins e florestas são atitudes simples que devem estar presentes na rotina de todos nós e que constituem um primeiro passo para a consciencialização da importância de preservar um planeta único, o nosso! É fundamental que cada um faça a sua parte, na preservação do que é de todos!

segunda-feira, 4 de junho de 2018

ATIVIDADES ECO-ESCOLAS 2018


No dia 11 de maio, realizou-se na EB de Miranda do Corvo uma ação de sensibilização para divulgação das diferentes valências dos bombeiros com a participação dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo em articulação com a Equipa Eco-Escolas. 

Foram dinamizados quatro espaços de demonstração, nomeadamente: 

 • exibição de dois pequenos filmes na Biblioteca Escolar; 
 • simulação de combate a incêndio florestal; 
 • equipamentos (viaturas e fatos); 
 • primeiros socorros. 

Esta atividade teve como principais objetivos: sensibilizar para o flagelo dos fogos florestais; promover a defesa da Floresta; promover a sustentabilidade ambiental; envolver a Comunidade Educativa e promover a ligação da Escola à Comunidade reforçando os valores da Educação para a Cidadania. 

Nos diversos espaços de demonstração as atividades/dinâminas realizadas foram bastante interessantes e bem estruturadas, facilitando a interação dos intervenientes e o enorme envolvimento dos alunos, os quais demonstraram muita recetividade, interesse e curiosidade em todas as situações apresentadas. 

Pretendeu-se, ainda, assinalar o Dia Internacional do Bombeiro (4 de maio), em reconhecimento do empenho e dedicação dos bombeiros em prol da Comunidade na defesa dos seus interesses, segurança e bem-estar. Este evento obteve uma avaliação global de excelente, formalizada através de inquérito, com sugestões de que ações deste género são bem-vindas e a repetir.


 

ALDEIA SEGURA - PESSOAS SEGURAS - SPOTS DE TV

Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV Generalista 1 – Jorge Gabriel 


Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV Generalista 2 – Rui Nabeiro


Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV Generalista 3 – Ruy de Carvalho



Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV Generalista 4 – Telma Monteiro





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 8 - Proteja a sua habitação




Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 1 - Se estiver próximo de um incêndio





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 2 - Se um incêndio se aproximar de sua casa 1





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 3 - Se um incêndio se aproximar de sua casa 2





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 4 - Em caso de evacuação 1






            
Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 5 - Em caso de evacuação 2





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 11 – Em caso de evacuação 3





Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 6 - Em caso de confinamento na habitação 1







Aldeia Segura - Pessoas Seguras - Spot de TV 7 - Se ficar cercado por um incêndio 

FLYER - PESSOAS SEGURAS


ALDEIA SEGURA - PESSOAS SEGURAS

“Os grandes incêndios rurais que ocorreram no verão de 2017 em Portugal Continental motivaram a realização de estudos e a adoção de medidas pelo Governo, de modo a materializar soluções eficazes no âmbito da prevenção e do combate aos incêndios. 

Os programas “Aldeia Segura” e “Pessoas Seguras”, enquadrados na Resolução do Conselho de Ministros nº 157-A/2017, de 27 de outubro, prevêem a realização de ações de sensibilização para a prevenção de comportamentos de risco, medidas de autoproteção e realização de simulacros de planos de evacuação, em articulação com as autarquias locais. 

Com o objetivo de incrementar uma cultura de autoproteção, o Ministério da Administração Interna e a Autoridade Nacional de Proteção Civil está a promover uma campanha de sensibilização. A campanha irá contar com spots nas televisões e nas rádios, informações entregues nos domicílios, anúncios de imprensa, redes sociais, folhetos e cartazes. 

 (…) O Perfil dos Alunos à saída da Escolaridade Obrigatória inclui, nos descritores operativos para a área do bem-estar e saúde a assunção da responsabilidade e consciencialização das decisões que afetam a saúde e bem-estar, bem como a autoproteção e proteção de quem nos rodeia, como forma de integração ativa na sociedade. Por outro lado, esta campanha pode ser encarada como uma oportunidade de, no âmbito da flexibilidade curricular, abordar várias áreas do currículo. 
Contamos assim com a colaboração de todos.”

 http://www.dgeste.mec.pt


terça-feira, 15 de maio de 2018

Centro Educativo de Miranda do Corvo ATIVIDADES DO 2.º PERÍODO – Eco-Escolas



Tal como aconteceu no 1.º período deste ano letivo, a Equipa Eco-Escolas da EB de Miranda do Corvo abraçou, também, no 2.º período, o Projeto, cujo tema central é a Floresta, mais especificamente, a Floresta Autóctone.

Para levar a cabo os seus objetivos do Programa de estimular as escolas empenhadas em melhorar o seu desempenho ambiental, gestão do espaço escolar e sensibilização da comunidade, houve o desenvolvimento de várias atividades, nomeadamente, a transplantação, para vasos maiores, dos carvalhos, sobreiros e castanheiros semeados em outubro pelos alunos, através de uma recolha de bolotas e castanhas, na natureza.

O Desfile de Carnaval teve como tema “A Floresta”, do qual saiu o lema dos 3 P’s: Planear, Plantar e Proteger, com o qual o Projeto Eco-Escolas se identificou.

 A comunidade educativa foi convidada a participar na angariação de donativos, para ajudar os Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo onde se verificou uma forte adesão. A equipa Eco-Escolas contou também, mais uma vez, com a colaboração imprescindível da APAIS.

Pretendeu-se realizar uma ação de sensibilização com esta unidade operacional, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Floresta (21 de março), que teve que ser adiada, uma vez que seria previsto decorrer uma atividade de plantação de medronheiros nos Baldios.

No dia 22 de março, a propósito do Dia Mundial da Água, a Equipa dos Trilhos do Futuro foi convidada a dar uma palestra de sensibilização sobre a Água (para o 1.º e 2.º ano de escolaridade) e sobre a Energia (para o 3.º e 4.º ano de escolaridade). Posteriormente foram distribuídos, por todos os alunos, folhetos de sensibilização sobre a água, a sua importância e o seu uso racional.

Para encerrar as atividades do 2.º período, decorreu, nas instalações do estabelecimento escolar, a Festa da Primavera, que contou com a participação de todos os alunos das turmas a declamarem poemas, a cantar e a representar, e com a presença de elementos da Direção do Agrupamento de Escolas de Miranda do Corvo, da APAIS e do Sr. Comandante dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo. Esta festa teve como principal intento a entrega simbólica do donativo monetário angariado para esta Instituição, que vai ser formalizada no próximo dia 20 de Abril, no quartel dos Bombeiros Voluntários de Miranda do Corvo, pelas 18h00. O valor total apurado foi de 1. 133.67€ (mil cento e trinta e três euros e sessenta e sete cêntimos), destinado à aquisição de equipamentos.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

CARNAVAL ECO-ESCOLAS

Como já vem sendo hábito, há alguns anos que festejamos o Carnaval na nossa Escola/Agrupamento. Este ano, no âmbito da disciplina de Educação Visual e do projeto Eco-Escolas, propusemos às turmas do nono ano o tema “Geometrizar o Carnaval”, tendo os alunos elaborado as suas próprias máscaras. 

 Quando falamos em Carnaval lembramo-nos logo dos grandes desfiles do Brasil, Madeira, os Bailes de Veneza… um conjunto de trajes e máscaras que, ao longo do tempo, também se foi espalhando pelos vários cantos do mundo. 

O que nem toda a gente sabe é que o Carnaval é um festival do Cristianismo ocidental e que ocorre antes da liturgia da Quaresma, por isso, esses festejos são sempre realizados entre fevereiro e março. Muito se podia dizer, mas vamos apenas ao que interessa, a nossa Escola! 

Dado o tema aos alunos, foram-lhes apresentadas algumas informações de como é conhecido e festejado o Carnaval em diferentes partes do mundo. Não esquecendo as nossas origens, as nossas tradições, também elas tão belas como por exemplo, os caretos de Podence, Lazarim, Matrafonas de Torres Novas, Dança dos Cus de Cabanas de Viriato.

O resultado final foi muito interessante. Houve uma grande diversidade de máscaras que resultaram das pesquisas realizadas e da informação que foi transmitida aos alunos em sala de aula. Na execução destes trabalhos, e tendo por base a filosofia do Eco-Escolas, não esquecemos o mais importante, a reciclagem. Esta foi uma das grandes preocupações dos alunos, que quiseram associar o Carnaval a um mundo mais ecológico e sustentável.